Como Aprovar Seu Empréstimo Com Sucesso

Se você deseja aprovar seu empréstimo, estas são algumas dicas de um dos maiores especialistas em aprovação de empréstimos, André Ruston, fundador da Ruston SF, corretora de empréstimos número um do Brasil.

1.Pesquise!

Esta é a dica máxima. O tipo de empréstimo que você pretende fazer pode ter o mesmo nome em várias instituições, mas tenha certeza que mesmo com o mesmo nome ( como “crédito consignado” ou empréstimo com garantia de imóvel)  as regras variam muito de banco para banco. E nada é mais desagradável que estar pagando a terceira parcela de um empréstimo e descobrir tarde demais que outro banco tinha a mesma operação pela metade dos juros… É muito desagradável.

 

2. Não acredite quando disserem que você está muito endividado para fazer um novo empréstimo!

Isso é muito comum com empresários que utilizam muito capital de giro e limite de conta, os gerentes simplesmente negam o pedido. O que eles esquecem de dizer é que existem operações que não levam o endividamento ativo em questão, como é o caso do empréstimo com garantia de imóvel. Ou a troca de bancos com redução da taxa de juros no crédito pessoal. Talvez seu gerente não tenha uma linha de crédito para você, e ele simplesmente não pode mandar você para a concorrência… Simples Assim!

3.Pesquise qual a documentação necessária!

É muito chato  você descobrir que precisa apresentar o imposto de renda… Se você ainda não fez ou está atrasado. Este tipo de “descoberta” no meio do caminha atrasa demais a análise de crédito. O ideal é ter toda a lista de documentos necessárias e fazer um check list de tudo. Somente entre com a operação quando tudo estiver completo. Uma dica especial: Alguns documentos somente tem validade por 30 dias, como holerites, extratos bancários, certidões, matrículas de imóveis etc. Deixe estes por último para não ter que perder tempo tendo que fazer novos documentos.

4.Peça para conhecer a taxa de juros total antes de começar a operação!

Alguns bancos não revelam as taxas de juros antes de começar o processo de análise de crédito. Normalmente são os bancos com as taxas de juros mais altas, e estes bancos “pescam” o cliente começando a análise de crédito informalmente, o cliente sente que a operação está andando ( e de fato está), e no final, com o contrato sobre a mesa, é que o cliente vai conhecer os juros, nestes casos o cliente tem urgência e acaba assinando o contrato.

5.Escolha o modelo da operação de empréstimo!

Atualmente existem mais de três tipos de calculo de juros, SAC, PRICE, CDC, LEASING, MIX, dentre outros,  e vários acessórios que precisam ser definidas em algumas operações, como no caso do empréstimo com garantia de imóvel em que por regra, o cliente é obrigado a contratar dois seguros junto ao banco: Morte e invalidez, e de danos físicos do imóvel.  Isso faz com que um mesmo tipo de empréstimo possa ter 12 configurações diferentes, como SAC + Seguradora “A”, SAC + Seguradora “B”, Price mais seguradora “A” e por ai vai…

DICA: O seguro pode gerar uma variação de parcela de até R$ 200,00 dependendo do empréstimo, POR MÊS!

6-Somente faça o empréstimo se for absolutamente necessário!

É verdade. Esgote as outras possibilidades, se tem algum bem que não vai fazer falta e que pode gerar o valor necessário, considere! Coloque na ponta do Lápis.

Exemplo:

Um cliente tinha um Astra 2002, avaliado em 20.000,00, e tinha feito leasing, o leasing por regra não tem abatimento nos juros em caso de antecipação. Em 2011 faltavam através do financiamento, cerca de 14 mil reais para quitar o carro. Porém quando comprado o carro valia 30 mil reais, e valia apenas 20 mil na epoca que nos procurou.

Nossa orientação foi: Venda o carro!

Faltavam 24 parcelas, o cliente pagava quase 700 reais por mês no financiamento, e um carro popular na época valia 23 mil reais. O cliente vendeu o carro por por 21 mil reais, sobraram 7 mil que ele usou de entrada em um veiculo zero, ele financiou os 16 mil reais restantes do veiculo zero e a parcela caiu para 690  reais em 24 meses.

Ele trocou 14 mil que custavam 700 reais, por 16 mil que custaram 690 por mês, o cliente ganhou um carro zero, mais dois mil reais no caixa, e ainda economizou todos os mêses.

7. Se mesmo assim for ainda complexo para você, contrate um especialista!

Uma operação errada custa caro. Dependendo do montante, pode custar algumas centenas de milhares de reais jogadas no lixo, ou a perda de um bem precioso, um especialista irá ajudar você e vai demonstrar o porque da decisão.

Na Ruston SF nós mostramos ao cliente no mínimo 10 bancos, e a escolha é sempre óbvia: Mais valor para o bolso do cliente. E mostramos porque escolhemos certas tabelas, seguradoras, modelos, e mostramos de um jeito que o cliente entende: EM VALORES ECONOMIZADOS!

 

Fale com o canal de atendimento da Ruston SF: (11) 2872 9236

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s